quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Principais argumentos das linhas de comendo


Cada programa no GMT requer argumentos específicos para a sua operação. Eles serão explicados à medida que abordarmos os programas que os utilizam, mas existem alguns argumentos que são universais, ou seja, possuem a mesma função independentemente do programa do GMT que você estiver utilizando.
     Para tentar facilitar a memorização da função de cada argumento os criadores do GMT resolveram escolher as letras do alfabeto para identificá-los.
     Cada argumento começa geralmente com um hífen seguido por uma letra, na maioria das vezes maiúscula, e as vezes um número ou caractere imediatamente após a letra. Não se deve utilizar espaço entre o hífen e a letra, utilize espaço apenas para separar os argumentos.
Exemplo:

      psbasemap -R0/20/0/20 -Ggray -JM6i -Wthin -Ba2f1 -V -P > borda.ps

     Abaixo segue a lista dos 13 principais argumentos universais do GMT, note que nem todos são letras maiúsculas e as vezes nem letras são...

-B Define a marcações, anotações e etiquetas para os eixos de um gráfico ou borda de um mapa, além do título da ilustração gerada.

-H Serve para indicar ao GMT que um arquivo de dados possui um cabeçalho.

-J Seleciona o tipo de projeção a ser utilizada.

-K Como já foi explicado anteriormente, deve ser utilizado para dar continuidade ao script com outra linha de comando.

-O Assim como o -K, também já foi explicado. Serve para que a ilustração criada pela linha de comando seja acrescentada à ilustração da linha anterior.

-P Seleciona a orientação da página como sendo portrait (retrato, ou seja uma folha A4 em pé). A orientação default é a landscape (paisagem, ou seja folha A4 deitada).

-R Define a região ou extensão do mapa/ilustração a ser criada.

-U Serve para "datar" uma ilustração.

-V É o chamado "verbose mode" serve para avisar o progresso e possíveis erros durante a execução dos programas do GMT. Caso não o utilize o programa rodará "silenciosamente" e você pode não detectar possíveis erros. Recomendo utilizá-lo sempre.

-X e -Y servem para indicar a posição onde a figura ficará na página. Por default cada posicionamento será levado em relação a uma figura anterior caso ela exista.

-c Serve para especificar o número de cópias a serem criadas.

-:  O GMT sempre trata os arquivos de dados da seguinte maneira: a primeira coluna será interpretada como informações referentes ao eixo x e a segunda como eixo y. No caso de dados geográficos o GMT espera que a primeira coluna seja a longitude (eixo x) e a segunda seja a latitude (eixo y). Para revertermos isso utilizaremos a opção -: ela fará o GMT ler a primeira coluna como eixo y e a segunda como eixo x.

     Agora que vimos os principais argumentos universais das linhas de comando vamos finalmente entrar no PSBASEMAP.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate

Seguidores

Total de visualizações de página

  ©Dicas de GMT - Generic Mapping Tools - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo