terça-feira, 10 de agosto de 2010

Uma breve introdução...

Olá a todos, meu nome é Rodrigo Arantes e sou aluno de graduação em Oceanografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Resolvi escrever este blog devido ao grande número de pessoas com dúvidas sobre o programa GMT - Generic Mapping Tools e espero ajudá-los na medida do possível.


     O Generic Mapping Tools é um conjunto de mais de 60 comandos responsáveis por filtrar, gridar e plotar qualquer tipo de dado em uma das aproximadamente 30 projeções geográficas ou cartesianas disponíveis. Além dos programas em si, os autores incluem junto do GMT um banco de dados de linhas de costa, rios e limites políticos com cinco níveis de resoluções diferentes para a elaboração de mapas e ilustrações. Outros dados genéricos como, por exemplo, dados de batimetria, campos de pressão ou outro dado qualquer, podem ser convertidos gerando grids facilmente lidos pelo GMT.
     O programa GMT, originalmente criado para a plataforma UNIX em 1988 por Paul Wessel e Walter H. F. Smith, cresceu e ganhou versões ao longo do tempo para os principais sistemas operacionais, tais como Windows, MAC-OS e Solaris.
     Hoje o programa é usado no mundo inteiro, predominante e quase que exclusivamente por pesquisadores das ciências da Terra, devido ao seu forte apelo para visualização de dados geográficos. Mas o GMT contém ferramentas para processar e manipular dados multidimensionais tornando-o útil para outras áreas não somente a científica.
     O objetivo deste blog é ensinar os comandos básicos de cada programa do GMT, fornecer suporte a duvidas e dar exemplos de utilidades do GMT operado a partir da plataforma Windows. Embora a versão para Windows ofereça certas limitações, eu a utilizo sem problemas e os scripts que aqui serão mostrados servem basicamente para ambas as plataformas.




1 comentários:

Postar um comentário

Translate

Seguidores

Total de visualizações de página

  ©Dicas de GMT - Generic Mapping Tools - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo